Arquivar abril 2019

O que o psicólogo pode fazer por você!

Quando nós psicólogos abordamos o conceito psicologia, temos um olhar voltado para o que, de fato, é real e cientificamente comprovado.

Deferentemente de um leigo que age por meio do senso comum, nós procuramos enxergar o indivíduo a partir de um todo dentro de um contexto universal de vida. Em palavras mais claras, procuramos entender e compreender a história de vida de uma pessoa considerando que esta se completa com suas ações no dia a dia.

A história de uma pessoa não se restringe apenas a um momento atual de descontrole emocional. E, nesse sentido, querer compreender uma pessoa e tentar ajudá-la, sem conhecer profundamente sua história de vida, é agir pelo senso comum.

Todavia, não se conhece uma pessoa somente em um encontro em um atendimento terapêutico. Para que possamos conhecer melhor essa pessoa, precisamos fazer parte de sua história. E, a partir de uma aliança terapêutica sincera entre psicólogo e paciente é possível reconstruir juntos uma nova história que possa possibilitar ao paciente um estado emocional mais estruturado.

Quando se fala em reconstruir uma história, não estamos querendo passar a ilusão para os que sofrem de que nada está lhe ocorrendo. Muito pelo contrário. A verdadeira missão do psicólogo é ajudar o outro a encarar sua vida de maneira realista a partir das evidências concretas dos fatos.

Assim, em um primeiro momento, propõe-se uma anamnese em que se pode avaliar o estado emocional e físico do paciente passando por sua história ontogenética e filogenética. E mais que isso, passa-se a ajudar o indivíduo a ter um encontro verdadeiro consigo mesmo. Sem mascaras. É a partir desse encontro que a pessoa vai se reestruturando emocionalmente e reconstruindo uma nova história para viver.

Você estaria disposto a se autoconhecer? Desejaria abrir seu coração para você mesmo?

Aparentemente, as perguntas acima parecem simples. E de fato as são. No entanto, respostas positivas a essas simples perguntas podem expressar grandes verdades que lhe ajudarão a reconstruir um mundo emocionalmente mais ajustado para você.

Por outro lado, quando negamos a nós mesmos quem somos, o que queremos e aonde desejamos chegar, quando não temos respostas às essas perguntas, passamos a viver certos conflitos emocionais. Quando evitamos ter um encontro autêntico conosco mesmo, passamos, por vezes, a experimentar sensações de desânimo, tristeza, pouca ou quase nenhuma esperança em uma vida melhor.

Saber exatamente quem se é e aonde realmente se deseja chegar são pré-requisitos fundamentais para se ter uma vida emocionalmente mais saudável.

Você pode melhorar o seu estado emocional. Mas para isso, é preciso aceitar a encontrar-se consigo mesmo. E um bom profissional da psicologia poderá lhe ajudar nesta caminhada.


Se você deseja atendimento psicológico online entre em contato usando o formulário abaixo.

7 dicas para seu currículo!

Sete dicas importante na hora de montar o seu currículo

O que, essencialmente, não poderia faltar em seu currículo?

Se você está à procura de um primeiro emprego ou de uma recolocação profissional é muito importante que esteja atento na elaboração de seu currículo, afinal, ele é o seu cartão postal. Portanto, não deixe dúvidas acerca de sua pretensão profissional, deixe muito bem claro o que você deseja, qual o seu objetivo, ou seja, o que exatamente você deseja fazer, qual a função que pretende executar na empresa. Inclua informações relevantes que apresentem, com segurança, suas características profissionais, suas experiências e sua formação. Não deixe de mencionar os resultados positivos que você obteve em empresas anteriores ou mesmo em períodos de estágios que desenvolveu. Seu currículo, sobretudo, deve ser muito bem organizado, apresentar uma estrutura limpa e, mais importante, ainda, deve ser revisado para que se evite erros grotescos de português.

Vamos agora as sete dicas para um currículo que impressione.

Dica 01: Em seus dados pessoais não se esqueça de destacar um e-mail e número de telefone que o empregador possa lhe encontrar facilmente;

Dica 02: Deixe muito bem claro o que você sabe fazer e qual a sua área de interesse;

Dica 03: Destaque os seus principais cursos – seja de graduação ou não – mas que tenham relação muito aproximada com a área de interesse que você pretende. Destaque apenas os cursos que, de fato, contribuíram para sua formação profissional e que tenha intrínseca relação com o emprego pretendido. Neste ponto, é importante que você elabore um relato resumido de sua trajetória profissional, começando pelas suas experiências mais recentes e sempre focando nos resultados positivos. Caso nunca tenha trabalhado, faça seu resumo a partir das boas experiências de sua vida acadêmica;

Dica 04: Em relação ao seu histórico profissional, é importante destacar as datas de admissão e saída das principais empresas que passou, o cargo que ocupou, e um breve resumo que destaque o perfil dessas empresas. Caso tenha participado de projetos inovadores, não deixe de mencionar;

Dica 05: Atividades complementares: É extremamente relevante que você inclua os treinamentos e cursos que lhe ajudaram a se desenvolver melhor em sua profissão. Aqui cabem também as atividades exercidas no meio acadêmico e de cunho social;

Dica 06: Quanto ao salário, sugere-se que seja tratado pessoalmente, no momento da entrevista, ainda que no anúncio de contratação haja essa solicitação;

Dica 07: Formatando seu currículo: Não exagere na quantidade de páginas. Seu currículo deve ter, no máximo, entre uma e duas páginas. Utilize letras com fontes clássicas que facilitem a leitura, por exemplo: Arial, Times New Roman ou Verdana, tamanho 12. Elabore-o com linguagem simples. Evite a escrita em primeira pessoa. Evite também o excesso de marcações em negrito. Só mande foto se isso lhe for solicitado, contudo, cuide para que seja uma 3×4 de boa qualidade e não se esqueça de priorizar uma postura profissional.

Bem, eis acima, simples sete dicas para que você possa elaborar seu currículo. Se o seu caso ainda é a primeira experiência profissional, enriqueça o seu currículo, fazendo menção de trabalhos voluntários que tenha prestado, trabalhos acadêmicos desenvolvidos por você e que foram agraciados com honras e premiações, seus estágios ou monitorias na faculdade, atividades em centro acadêmico, empresa júnior ou comissão de formatura, entre outros.

Todavia, lembre-se de que o seu currículo é o que vai lhe diferenciar dos demais concorrentes. Ele precisa, pois, ser bem elaborado. Na verdade, ele precisa estimular o entrevistador a lhe convidar para participar de um processo seletivo. Portanto, prepare-o com muito esmero e profissionalismo.

=============

Um brinde para você: E-book gratuito “Como Definir um Projeto de Vida Hoje“. Pegue-o, clicando na imagem abaixo!

Tenha um Projeto de Vida Hoje!

Por que vale a pena ter um Projeto de Vida.

Por que algumas pessoas pensam em desistir de seus sonhos? Por que algumas não acreditam em seu potencial?

Não há uma resposta exata a esses questionamentos, uma vez que as pessoas são diferentes e se comportam também de maneira diferente diante das situações da vida. Mas talvez algo seja comum a todos nós que almejamos alcançar êxito na vida. Eu diria que todo aquele que sabe programar a sua vida a partir de um projeto, terá muito mais chances de vencer.

E VOCÊ, O QUE PENSA?

Em determinada época de minha vida, eu acalentava muitos sonhos, porém, não os realizava. E não posso negar que meu maior problema era exatamente o medo de errar, de não dar certo. Mas o que me fazia pensar assim?

Os meus pensamentos giravam em torno de: “Não vou conseguir realizar isso”, “Tudo é muito difícil”. O resultado? Só sobravam as minhas muitas lamentações. Mas o que me guiava naqueles dias? Meus próprios pensamentos.

Eu, sinceramente, me encontrava em um estado emocional bastante fragilizado. Mas espere! Nem tudo dura para sempre. Sim, é verdade. Aprendi, em tempos difíceis, que a nossa vida se assemelha a uma corrente alternada: em determinado momento atravessa uma onda com picos negativos; em outro, passa por ondas positivas. Não tenha dúvida. A nossa vida também é assim. Em alguns momentos se faz necessário passar pelas ondas negativas. Mas como sabemos, após uma noite em escuro, alegramo-nos com a manhã de sol brilhante. Há momentos em nossa vida que enfrentamos dificuldades, passamos provações e, até, privações. Mas depois, a bonança se faz presente. Sempre haverá de renascer um novo tempo para cada um de nós. É preciso que identifiquemos as crenças errôneas sobre o sucesso que vamos criando ao longo da vida.

É isso que me faz todos os dias acordar, agradecer aos céus aquele dia que tenho pela frente para viver. Como não sou profeta nem muito menos um adivinhador, não posso prever, com precisão, o que me irá suceder no decorrer do dia. Todavia, há algo ao meu alcance que posso fazer: Preparar-me para o que vier.

E é assim que vamos construindo nossa carreira de vida, nosso projeto: trocando preocupações por ocupações.

Mudando a maneira que percebemos as coisas que nos acontece, poderemos enxergar uma nova maneira de viver. Pesquisas mostram que nosso pensamento tende a moldar nosso comportamento. Quando nos decidimos por um projeto de vida autêntico, somos impulsionados a seguir nossa jornada com mais resiliência. Igualmente encontramos força e sabedoria para fazermos as melhoras escolhas na vida.

Como você tem pensado o seu projeto de vida? Como você tem feito as escolhas em sua vida? Você gostaria de se tornar uma pessoa mais otimista?

Então, nosso primeiro conselho é que você adote uma postura otimista, um espírito de confiança com uma convicção clara daquilo que deseja. Assim, passe a priorizar em sua vida o que for mais importante e significativo para você.

Se você gostou desse artigo, assista ao vídeo abaixo e baixe gratuitamente o nosso e-book: DEFININDO UM PPROPÓSITO DE VIDA HOJE!

Um forte abraço,

Rivaldo Neri – Professor e Psicólogo

WhatsApp chat